sábado, 2 de outubro de 2010

Glorinha Leão na série: Eu já fui um bebê

Sabe a brincadeira quetira o foco das coisas ruins, daquilo que não presta, do que nos faz sofrer e do que não vale a pena? Pois essa série, Eu já fui um bebê, consegue esse efeito em mim. O meu envolvimento e dos que estão sempre por aqui, a chegada de novos amigos, os comentários carinhosos, têm me ajudado a ficar mais tranquila. Nesse tempo pré eleições, que me desgatam tanto, me fazem sofrer tanto (como se os meus problemas já não fossem muitos), encontrei algo interessante para canalizar meus pensamentos e angústias.

Mas hoje a postagem é mais que especial, hoje é dia de Glorinha Leão do Café com Bolo. A Glorinha é uma pessoa linda, uma das primeiras amigas que encontrei por aqui. Minha amizade com ela é uma coisa sem explicação. As vezes acho que o motivo são as nossas diferenças. Ao mesmo tempo que percebo essa mulher tão diferente de mim, me aproximo mais do seu colo e recebo apoio sempre que preciso. Glorinha é intensa, nunca é metade. É inteira, transparente,  sempre verdade. As vezes lendo Glorinha sinto que preciso aprender muito com ela pois no seu blog, em muitos momentos, está escrito não o que eu gostaria de dizer, mas o que eu preciso dizer. De alguma maneira está lá, me ensinando a nunca levar desaforo pra casa, não engolir sapos, sacodir a poeira, erguer a cabeça. Apesar da força, ela as vezes chora e eu choro junto aqui longe dela, sem nada poder fazer, sem poder ajudar. Acho que Glorinha nasceu pimenta e brotou mulher.

Então a Glorinha:
ERA UM BEBÊ ASSIM
 No colo de sua irmã


E HOJE ESTÁ ASSIM



Ela perdeu o pai bem novinha mas essa adversidade a fortaleceu e o seu Renato é sempre lembrado com muito carinho pela filha em vários textos do seu Blog. É lembrado como alguém que alimentou sua fome de leitura e que a ajudou, de várias maneiras, a ser a grande escritora que é. Glorinha escreve e viaja ou talvez seja o contrário, viaja, nos sonhos, nas palavras, na realidade e na sua própria história e então escreve. De qualquer forma letras e palavras saltam de seu coração e nos deliciam quase todos os dias no Café com Bolo. Parece que conheço Glorinha há anos, talvez meu coração já a conhecesse e agora apenas a reconheceu. Mas pimenta arde, arde sim, mas também  decora, perfuma, dá sabor, tempera. Glorinha  nasceu pra temperar o mundo.


Obrigada amiga por você me confiar suas fotos e deixar eu postá-las aqui na minha brincadeira. Quero te dizer que o seu Café com Bolo tem sempre um sabor mais que especial pra mim.



E você? Quer mandar sua foto para minha série, "Eu já fui um bebê"? valfre@oi.com.br


Amanhã  não perca a Marli Borges do Blog da Marli


17 comentários:

Tati Pastorello disse...

Gi,
Amei o que você escreveu sobre a Glorinha. É também o que eu penso.
"Glorinha nasceu para temperar o mundo" é perfeito. Traduz bem esta amiga pimenta!
Estou amando conhecer todos estes bebês fofos, que tornaram-se mulheres queridas. Também tem me feito muito bem!
Um beijo.

Vivi disse...

Oi Giiiii
Realmente a Glorinha é lindaaaa em todos os apectos!!!!
vou procurar uma foto minha por aqui e te mando tá!!!!
bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

A irmã dela lembra muito a Thais, não lembra? Pelo menos nessa foto.

A cara de arteira da garota hahah

ela é uma pessoa especial mesmo. é a pimenta mais doce que tem nesse mundo.
bjs e bom fim de semana

Misturação - Ana Karla disse...

Gi, Glorinha era mesmo uma fôfa!
Epa! Ainda é uma fôfaaaa!
Só tenho em concordar com o que disse dela.
Essas postagens estão um show de bola!

Xeros

Macá disse...

Gi
Que lindo o que você escreveu sobre a Glorinha. Concordo com tudo.
Sabe que eu acho? Que eu sou uma pessoa de muita sorte. Logo que cheguei aqui com meu blog (há uns 6 meses) conheci esse pessoal maravilhoso - incluindo você - com quem converso quase que diariamente, e isso tem sido pra mim, além de gostoso, muito, muito saudável.
um beijo

Glorinha L de Lion disse...

Ai amiga, minha conexão tá péssima. Já deixei 2 coments e dá erro! Chorei de emoção! Vc é uma amiga, muito muito querida! E fico emocionada com o carinho e generosidade com que fala de nós, seus amigos. Chorei ao ler o que escreveu sobre mim. Assim é que são feitas as verdadeiras amizades, pelo respeito mesmo sendo tão diferentes. Talvez vc me complete no que falta em mim e eu, a vc.
Agradeço demais tua compreensão sobre quem e como sou, pois só os amigos de verdade sabem nos "ler" com tanta generosidade nas entrelinhas do que mostramos. Eu tenho um enorme orgulho de ter vc como minha amiga. Enorme beijo, força nas posições Gi. Viva a sua vida, ela te pertence! Bjs e obrigada
PS Acho que o primeiro coment, o que sumiu, saiu melhor, mas, fazer o que, né?

Isadora disse...

Ah, Gi, esses momentos servem para isso mesmo, distrair um pouco a mente tão atribulada. E viu, deu certo. Todos estão gostando muito.
Suas palavras tão carinhosas emocionam mesmo. Adorei agora ver a Glorinha na série. Um bebê lindo e hoje, uma mulher igualmente linda, pimenta e tempero e que tanto nos alegra.
Um beijo

Beth/Lilás disse...

Pimentinha é ainda uma fofa, às vezes meio ardida, mas se não fosse isso não seria ela, com este tempero só dela.
Gosto muito dessa amiga que conheci pela rede e hoje faz parte do meu seleto rol de amigas do peito. O mundo virtual tem feito para nós que sabemos andar por ele com cuidado e respeito, descobertas maravilhosas de seres humanos genuínos.
Glorinha é uma delas e em breve conhecerei você também Gi.
Muito fofas as duas irmãs e adorei o sapato boneca de verniz da Regina, eu também tinha um igual e amava.
beijos cariocas a todas

Cantinho da Cê disse...

Boa tarde Giovanna,

Conheço todas vocês há muito pouco tempo, mas como a Macá disse eu também tive sorte ao achar esse grupo unido e amigo. Concordo com o que disse da Glorinha, ela é tudo isso sim, já percebi neste pouco tempo que a conheço.
Hoje devo scanear minha foto (affff). Beijos

Glorinha L de Lion disse...

Gi, reli agora o que escreveu sobre mim e me emocionei mais uma vez. Que lindas palavras minha amiga! Se tenho força, muito dela vem de vcs, que me acarinham, me enchem de afetos e de ternura. Nos blogs, me abasteço e encontro a força, muitas vezes perdida, para lutar pelo que realmente desejo e quero. Obrigada mais uma vez, minha querida Gi, por sua generosidade ao me descrever. Beijos.

Maria Célia disse...

Ei Gi
Você fala tão bonito, Gi, com emoção, sentimento.
A Glorinha tem uma carinha tão simpática. Pelo forma como você a descreveu deve ser uma pessoa especial.
Tô adorando esta sua série.
Bjos

Cantinho She disse...

Que lindoooooooooo!

Amei as fotinhos e cada palavra que vc falou da nossa queridona Glorinha, concordo com tudo, tb a sinto da mesma maneira.

E concordo com o Alexandre a irmã dela é igual a Thaís... rs

Beijo, beijo para as duas! ;)
She

Blog da Anabela Jardim disse...

Oi!
Tem selinho pra você no meu blog.

LILIANE disse...

Giovanna
Bom dia querida
Quantos frutos bonitos temos colhido neste blog.
amizade, diversão, alegria, encontro.
A Glorinha é de fato alguem muito especial.
Sincera e transparente.
Alegre e cuidadosa
Amei a foto de bebê com carinha de sapeca.
Giovanna, de verdade, desejo que seu dia seja muito feliz.
Um abraço carinhoso

pensandoemfamilia disse...

Bom dia querida
Bom poder sentir o bem que tem sentido com esta série, bem interessante em vários sentidos, Vc nos apresenta as pessoas com o seu olhar e assim vamos firmando e aprofundando nossos conhecimentos interpessoais.
bjs,

orvalho do ceu disse...

Oi, Gi querida
Vc sempre se desdobrando para agradar às amigas. Parabéns pela sua dedicação.
Sabe que pensei, numa primeira olhada, que era ela segurando uma boneca?
Cheguei hoje e corri pra cá para ver quem não tinha ainda. Está muito linda a brincadeira.
Tenha excelente semana,amiga!
Bjs

Nilce disse...

Que fofa, nossa escritora.
E olha que a carinha é a mesma. Muito linda!

Parabéns à Glorinha e a você Gi, pela iniciativa.

Bjs no coração!

Nilce